Portugal sem fogos depende de todos


Todos os anos o território nacional é assolado por uma vaga de incêndios florestais com origem em causas humanas.

A floresta é um importante recurso natural de Portugal, ocupando 35% do seu território. A floresta portuguesa gera cerca de 2.1% do PIB e é responsável por 10% das exportações nacionais.

No entanto, a floresta portuguesa enfrenta uma grande ameaça à sua sustentabilidade: os incêndios florestais.

Com o objetivo de contribuir para minimizar o número, a extensão e o impacto dos incêndios florestais, nomeadamente através da proteção ativa da floresta, o movimento ECO – Empresas contra os Fogos,procura congregar esforços de várias empresas e organizações no sentido de fazer chegar ao maior número de cidadãos as mensagens que conduzam a uma mudança de atitudes e de comportamentos de risco.

O Grupo Águas de Portugal associa-se ao Movimento Eco envolvendo todas as suas empresas na divulgação, através dos respetivos canais de comunicação, das mensagens de sensibilização relativas aos comportamentos de risco e na promoção de ações específicas de defesa da nossa floresta.

Junte-se a nós. Tenha sempre presente que a maioria dos incêndios começa com um ato negligente.

Neste verão, na floresta:

• Não faça fogueiras.
• Não lance foguetes.
• Não atire cigarros para o chão.


Em caso de incêndio ligue o 112. Portugal sem fogos depende de todos.