Homenagem a Joaquim Marques Ferreira (1954-2019)


Com uma grande visão e capacidade de realização, Joaquim Marques Ferreira deu ao país um grande contributo no setor do ambiente, conservação da natureza e gestão dos recursos hídricos.

Deixa-nos uma marca muito importante no setor da água, em especial na região do Alentejo, onde a sua intervenção visionária levou por diante iniciativas e projetos estruturantes de enorme relevância para o desenvolvimento do nosso país e para o futuro de todos nós.

Perante o seu precoce e inesperado falecimento, com apenas 65 anos, além da saudade que nos deixa, sentimos o dever de reconhecimento pelo seu elevado contributo para o Grupo Águas de Portugal, que integrou há mais de 15 anos.

O Conselho de Administração da Águas de Portugal deliberou aprovar um voto de pesar pelo falecimento de Joaquim Marques Ferreira, cujo papel foi muito importante no desenvolvimento do projeto do Alqueva, e homenagear este companheiro de jornada e amigo, arquiteto de importantes projetos e iniciativas, com a atribuição do seu nome à Estação de Tratamento de Água (ETA) da Magra, localizada no Alentejo (Beja), a qual trata precisamente a água proveniente do empreendimento do Alqueva para a destinar ao consumo público de água potável da região.

Uma vida pela causa pública

Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão de Lisboa, Joaquim Marques Ferreira desempenhava atualmente as funções de Presidente do Conselho de Administração da AgdA - Águas Públicas do Alentejo e da Águas de Santo André. 

Iniciou a sua carreira em 1972, como Técnico na Câmara Municipal de Lisboa, tendo também desempenhado  funções na Secretaria de Estado do Orçamento e na Secretaria de Estado do Ambiente.

Foi Presidente do Instituto da Conservação da Natureza e Presidente da Comissão Nacional da REN (1992 – 1995), Administrador da EDIA (1996 – 1998), coordenador dos Planos de Bacias Hidrográficas e co-coordenador do Plano Nacional da Água (1999 – 2001), coordenador do Grupo de Trabalho do Projeto da Lei Quadro da Água (2002 – 2004) e Presidente do Conselho de Administração da EDIA (2002 – 2005).

Integrou o Grupo Águas de Portugal em 2005, tendo desempenhado funções como Presidente do Conselho de Administração das empresas Águas do Norte Alentejano, Águas do Algarve, Águas de Santo André, Águas Públicas do Alentejo e Simarsul.

undefined

Publicado a: 31 de Outubro de 2019